segunda-feira, 19 de maio de 2014

Formigueiro infernal

Quantas pessoas
Passam por aqui
Com a cabeça erguida
Como se estivessem em uma busca pelo futuro perfeito

E essas pessoas
Que logo que viam a sua pessoa
Abriam um sorriso amigável 
E vinham com o mesmo sorriso
Dizer um "tchau" seco

Essas pessoas
Por que as deixamos viver?
Por que sentimos necessidade de fazer parte da vida delas?

Me diz quem é você
Me diz por que você olhou assim pra mim
Me diz como foi que você conseguiu me deixar cambaleando
À sua procura

Fala pra mim que tá tudo bem não falar
Mas torne e diga "fale, você fala de um jeito legal"
"Você é um querido"
"Você é um amor"
Ria

R-I-A. 

Faça com que eu sinta que sou importante
Para pelo menos alterar o rumo da sua vida
Pr'eu poder me sentir uma pessoa melhor
Faça

Abaixei a cabeça de novo. Não deu. Os olhos claros me acertaram como se eu fosse um prisioneiro esperando a sentença de morte. 

Tá, não foi tão pesado assim. Mas eu senti. 

"O vento sempre leva o que trouxe
  Mais dia, menos dia, alivia..."
                                     - Medulla 

Nenhum comentário:

Postar um comentário