segunda-feira, 28 de abril de 2014

Nada com coisa alguma! (O mar, o mar)

Se eu soubesse que agora
Eu poderia ficar de fora
E perder livremente a hora
Eu teria ido embora

Agora
Eu fui lá fora
E perdi três horas
Para pagar a conta e ir embora

Nesse momento
As coisas me parecem tão lisas
E cheias de sentimento

Aproveitei o momento
Me perdi no vasto mar
Lá no fundo, você estava a me olhar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário