terça-feira, 6 de maio de 2014

Perdão por não ser culto, garota!

!

Há dias como hoje que só servem para esperar o amanhã. Dias em que você se sente estranhamente disposto e estranhamente triste. Dias em que você está tão mal que nem liga. Acaba sendo legal por nem ligar. 

Às vezes penso que estou ficando meio maluco. Aí é óbvio que vem o pensamento: "mas só tenho 17 anos, ainda tem muito pra viver e blablablabla". Ainda temos muito para viver? O que mais gosta de fazer? Como gosta de aproveitar o tempo em que permanece vivo? Gosta de encontrar amigos? Gosta de tocar algum instrumento?

Eu gosto de andar. Andar bastante, inclusive. Mas prefiro andar ouvindo música. Ouço muitas músicas do mesmo artista e faço comparações entre as músicas mais novas e mais antigas. O artista melhorou? Ele piorou? São tantos pontos de vista...

Fico tão feliz em poder andar bastante que quando vejo já estou em casa. Normalmente vou direto à cozinha, bebo um copo d'água e me enterro em meu quarto. Minhas pernas normalmente ficam agitadas e trêmulas, e já fico com vontade de andar de novo. 

Dentro do meu quarto, existem alguns quadros. A maioria são do Chaplin. Um do Friends, um buldogue, uma pirâmide... Variedade. Recentemente, minha avó me deu um quadro muito especial para ela e para mim. Estou tão feliz que nem sei onde penduro. 

Ah, desculpe. Estou perdendo o foco de novo.

A questão é: hoje não foi um dia muito legal. Não é uma reclamação. Temos o direito de não termos dias muito legais. Temos o direito de ficarmos tristonhos de vez em quando. O que não da pra fazer é parar, não é mesmo? Vamos à luta, caras. 

Obrigado pela atenção.

(Essa obra foi feita pelo Mosd, um artista que admiro muito. Sou fã mesmo. O legal é que ele usou como referência uma foto minha que foi tirada pela Gim e esse ciclo todo. Obrigado, Mosd! Obrigado, Gim!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário