terça-feira, 21 de abril de 2015

D.F. U KNEW

Caralho, eu tô tão triste.

É incrível como uma troca de palavras em tom de brincadeira pode mudar tanta coisa. É incrível como eu consigo ser tão idiota e boca aberta.

(
E a dor que eu sinto agora é tão maior que a daquela outra tarde
É uma dor diferente
Uma dor interna
Não de ter cometido um erro
Mas de ir pro abate pelo mesmo
Caralho, eu tô tão triste
)

Eu sei que fui um imbecil e agora é hora de arcar com as consequências; não espero um abraço e um sorriso.

(
E isso vale pra todos
Eu só quero que me desculpem
Eu sei que agi como um idiota
Eu só não sei o que esperar do futuro
Eu devia ter consertado a tempo
Eu devia ter conseguido
Ter falado
Me expressado
Você é tão idiota e por isso vai viver com a culpa
Eu sinto tanto
Caralho, eu tô tão triste
)

E eu também que é isso aí; vida que segue. Eu só não gosto de ter olhos fixados nas minhas costas dizendo tantas coisa ruins. Digo que nunca fui competitivo, mas sempre tentei ser o melhor. E uma coisa que percebi ao longo desse tempo, é que preciso eliminar muitos "eu"s dos meus textos. Arrogante imbecil.

(
Eu nem sei mais se a dor é real
Talvez escrever seja meu ponto de fuga mesmo
E quando não puder mais escrever?
Vou parar de usar brincadeiras pra falar sério?
Vou deixar de existir?
Ver a arma apontada na minha direção?
Você não tem direito nenhum de atirar
Mas gostaria tanto que o fizesse
Caralho, eu ainda estou triste
)

Qual é o segredo da tua felicidade? Se manter afastado? Não mostrar todas as cartas? Manter um sorriso? Convencer pessoas?
Eu sou muito idiota em confiar em você. Muito.
Sabe, cara, meus pais chegam hoje. O que vou falar pra eles quando perguntarem o que é "D.F. U KNEW"?
Nem eu mesmo sei o que é isso, cara.
É engraçado que em mil canções eles dizem "Olha, merda vai acontecer. Você pode deixá-la de lado ou rebatê-la."
E em tantas outras: "Olha, puxar o gatilho mais piora do que melhora."
E agora, cara? Como eu vou consertar essa merda?
Você vai lá e vai colocar a cara a tapa?
O que você espera que aconteça, hein?
Acabou, cara. Acabou. Você acabou de enterrar sua cova. Pelo menos nesse sentido, sim. E eu não aguento mais esperar que você acabe com todos os outros sentidos.

(
Eu não sei o que fazer
E quando até aquelas coisas que você considerava fúteis começam a fazer sentido
Meu amigo, cê tá bem fodido.
Caralho, eu tô com tanta raiva
)

Eu acho que não consigo mais segurar nas costas.



Caralho, eu tô muito triste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário