quinta-feira, 14 de maio de 2015

Esse blog pode ser sobre todos nós.

Esse blog não é sobre você. 
É sobre nós e essa coisa que fica na nossa cabeça rodando nosso cérebro enquanto ficamos rastejando no mundo procurando respostas. 

Não é tão dramático assim, na verdade. Permita-me rir. Ha. 

Não sofro de insônia, mas sou muito fã de avenidas. Principalmente à noite. Lembro dos domingos que tardavam a demorar e da tristeza que sentia quando era hora de ir embora. No carro do meu pai voltávamos pra casa fofocando sobre nossa família enquanto eu me debruçava e esperava passar por aquela avenida cheia de luzes que pareciam nunca ter fim. 
Hoje tá tão fácil. Eu pego um ônibus e posso passar por aquela mesma avenida dia ou noite. Sozinho ou acompanhado. Triste ou feliz. 
E é esse o preço da liberdade e do amadurecimento; você os tem, mas não sabe o que fazer com eles. 
{
Eu li sobre você gostar de cheiros em ti
Me pergunto se estava se referindo a mim
}

"I lay awake and strap myself in the bed
With a bulletproof vest on and shoot myself in the head"

Eu acho esse verso tão divertido. Além de ser uma piada fantástica, é o que venho fazendo há muito tempo. Me mantendo seguro e sendo o responsável pela minha própria desgraça.

Eu tô me punindo mentalmente por alguma coisa. Tá difícil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário