segunda-feira, 4 de abril de 2016

Dois tiros na cara só pra confirmar.

Sou um péssimo namorado. Sou uma péssima pessoa. Os olhos fugindo não são charme; é medo.
As risadas, os textos, as falas ensaiadas... Tudo. 

Às vezes a gente se sente um lixo e só quer enfiar a cara na terra pra sempre.
Às vezes a gente se sente incrível e só quer conversar com o maior número de pessoas possível.

Há quem diga que há a beleza na tristeza; assim como em todos os sentimentos. Todos são belos, cada qual do seu jeito. Aprendemos isso até em filmes da Pixar.

Você está no meu cérebro 90% das vezes em que tomo uma decisão. Isso é bom, isso é ruim? Apenas é.

Mas você para e eu paro.
Você ri e eu rio.
Você chora, eu tento ajudar.
Eu falho em ajudar, me sinto culpado.
Me sinto culpado, me sinto triste.
Se eu estiver triste, você está triste.

E eu também me sinto bem idiota 99% das vezes. O meu passado me condena e insiste em pagar a janta. 

Será que algum dia eu conseguirei tomar coragem para mudar? Você vai gostar mais de mim se eu conseguir mudar? Será que eu posso mudar?

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário